Portal do Governo Brasileiro
Conferência nacional de educação
Aumentar Fonte Fonte Normal Diminuir Fonte

Rumos da educação serão tema de conferência em Brasília

"Precisamos lutar pelos nossos direitos, por uma educação de qualidade, e, a meu ver a Conae é a porta para estas mudanças que tanto almejamos." A afirmação é da professora Elizabeth de Jesus Romeu Garcia, delegada da etapa nacional da 2ª Conferência Nacional de Educação (Conae 2014). A expectativa de Elizabeth cresce, já que falta apenas um mês para o evento. Ela irá ao Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília, representar o segmento de gestores da educação básica de Minas Gerais, de 19 a 23 de novembro.

 

Como o tema "O Plano Nacional de Educação (PNE) na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração", a Conae reunirá 4 mil pessoas para debater democraticamente os rumos da educação do país. Essas discussões serão feitas pelos delegados eleitos durante as conferências estaduais e distrital, as quais ocorreram no segundo semestre de 2013 e, contaram com a participação de mais de 23 mil pessoas. Para o momento nacional, assim como nas demais conferências que o antecedem, esses representantes estão divididos em segmentos e setores. Os segmentos são pais, estudantes, professores e gestores, divididos entre educação básica, superior e profissional. Os setores são entidades diversas e movimentos sociais.

 

O coordenador do Fórum Nacional de Educação, Francisco das Chagas Fernandes, afirma que, na prática, esta é a segunda conferência nacional de educação com tamanha abrangência. "Com isso, sempre há uma expectativa de que possamos ter um maior nível de debate, que possamos aprovar as melhores propostas e assim termos um documento final que paute a educação nos próximos anos tendo como base o Sistema Nacional de Educação e o Plano Nacional de Educação", detalha Chagas.

 

Há 30 dias para a etapa final da Conae 2014, os preparativos estão bem encaminhados. De acordo com Chagas, o fórum aprovou o regimento da Conae e o documento-base. Já o Ministério da Educação cuida da estrutura, para garantir que os delegados e delegadas participem da melhor maneira possível dos dias da etapa nacional.

 

Proposta – A Conae é um espaço democrático articulado com a sociedade para que todos possam participar do desenvolvimento da educação. Em novembro, a conferência apresentará um conjunto de propostas que subsidiarão a implementação do PNE, indicando responsabilidades, corresponsabilidades, atribuições concorrentes, complementares e colaborativas entre os entes federados e os sistemas de ensino.

 

Assim como Elizabeth, o delegado mineiro do segmento de estudantes de ensino superior, Mateus Netto Coelho, estará no encontro nacional da Conae. Ele acredita que a conferência é um importante instrumento para se discutir com a população as perspectivas para educação brasileira, bem como o modelo a ser executado em todo o país para uma educação mais democrática, inclusiva e de qualidade.

 

Segundo ele, isso ocorre durante a conferência, por meio de "debates qualificados e com avanços para todo o sistema educacional brasileiro, a partir das contribuições de estudantes, gestores, professores e pais", enfoca o estudante.

 

Ascom FNE/Conae 2014

Lido 2295 vezes Última modificação em Terça, 21 Outubro 2014 08:37
(*) campos obrigatórios
© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal