Portal do Governo Brasileiro
Conferência nacional de educação
Aumentar Fonte Fonte Normal Diminuir Fonte

Etapa nacional reúne 4 mil pessoas para discutir o PNE

Após reunir mais de 775 mil pessoas durante a etapa municipal/intermunicipal e 23 mil delegados na fase estadual/distrital, a Conferência Nacional de Educação (Conae 2014) conta, a partir desta quarta-feira (19) até domingo (23), em Brasília, com quatro mil participantes para discutir os rumos da educação no país. Com o tema norteador "O Plano Nacional de Educação (PNE) na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração", a Conferência apresentará um conjunto de propostas para subsidiar a implementação do PNE, com indicação de responsabilidades, corresponsabilidades, atribuições concorrentes, complementares e colaborativas entre os entes federados e os sistemas de ensino.

 

O texto de discussão da etapa nacional é o Documento-Base. Ele teve origem nas emendas apresentadas e aprovadas ao Documento-Referência durante as Conferências Estaduais e Distrital. As propostas foram sistematizadas pela Comissão Especial de Monitoramento e Sistematização do Fórum Nacional de Educação (FNE), entidade organizadora da Conferência. A Comissão Especial condensou 11.488 registros de inserções, cadastradas pelos Fóruns Estaduais de Educavção no Sistema de Relatoria do FNE e do Ministério da Educação. Foram apresentadas aproximadamente 30 mil emendas aos parágrafos do texto de referência ou novos parágrafos.

 

"A Conae é uma instância de participação da comunidade da área educacional, na qual setores e segmentos sugerem propostas de avanço em âmbito municipal, estadual e nacional", afirma o coordenador do Fórum Nacional de Educação, Francisco das Chagas Fernandes. Ao fim da Conferência, será produzido o Documento-Final. "Esse documento vai versar sobre o tema da Conae 2014, no qual as propostas para a educação do Brasil serão aprovadas e ficarão à disposição dos gestores municipais, estaduais e sociedade civil", diz Chagas.

 

Do Rio Grande do Sul, Stêvão Clós Limana, 15 anos, considera a Conae um amplo espaço democrático para colaborar de todas as formas possíveis na implantação do PNE. Segundo o estudante, a discussão ganha eficiência quando envolve pessoas que convivem e sabem diretamente como é o ambiente escolar. "Estou com uma ótima expectativa pela Conae, por ter a oportunidade de representar meu segmento (Educação Básica) e de conviver com pessoas de todos os estados", diz. "Ter essa integração de cultura, agregada às responsabilidades de cada um e, claro, conhecer a capital brasileira."

 

A primeira edição da Conae ocorreu de 28 de março e 1º de abril de 2010, também na capital federal. Os 2,5 mil delegados tomaram decisões sobre a criação do Sistema Nacional de Educação, além de propor diretrizes e estratégias para a elaboração do PNE. Em dezembro daquele ano, o Plano foi concluído e enviado ao Congresso Nacional. Garantida pela Lei do PNE (nº 13.005), de 25 de junho deste ano, a próxima edição da Conae está prevista para 2018.

 

Programação — Neste primeiro dia, a programação da Conferência Nacional de Educação e começa às 14h, com o credenciamento dos participantes. Às 19h, haverá a abertura oficial. Entre as atrações culturais, estão previstas, para o hall de entrada, apresentações de Os Pilombeteiros, O Homem Banda, Canarinho Perna de Pau e Palhaçaria Pilobetagem. Às 18h, no palco principal, o público assistirá à apresentação de Pereira da Viola.

 

Assessoria de Comunicação Social do Fórum Nacional de Educação / Conferência Nacional de Educação

Lido 2238 vezes Última modificação em Terça, 18 Novembro 2014 21:18
(*) campos obrigatórios
© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal